textos

Era para ser você...

Ele sempre foi “o” cara; gato, muito gato, corpo admirável, e um quê de mistério; ou seja, o conjunto perfeito para as mulheres.  E elas o perseguiam, o admiravam; algumas exageravam, outras se apaixonaram loucamente, algumas o “usaram”, mas o que importava era que ele sempre se dava “muito”...
Leia mais

Uma vida em Reticências...

...E elas sempre foram para mim significado de muita coisa. Há quem diga que não se deve viver de reticências, deve-se por ponto final em tudo, eu até concordo, em parte. Ponto final e ponto. Ok, e aí? Aí é ponto final, THE END, FIM DE HISTÓRIA, isso claro se estivermos levando em consideração que...
Leia mais

O Amor veio na hora errada

Mas como assim, na hora errada? Há hora para amar?  Não é o amor, incondicional, atemporal? Como dizer que ele veio na HORA errada? Não seria incongruente? Para AMAR há que se estar LIVRE, ABERTO, APTO, DISPOSTO, LIBERTO, portanto, o amor pode sim, chegar na hora errada. Como assim? Aquele...
Leia mais

E tudo começou numa conversa despretensiosa...

Era para ser um papo de 2 amigos, como outro qualquer, um “bom dia, tudo bem, como vai”, mas acabou evoluindo para aqueles “papos cabeça” que nos fazem ficar refletindo por horas... Vivemos a vida que queremos? TEMOS tudo que aspiramos? E o QUE esperamos de fato? Onde nos levam nossos sonhos? O que...
Leia mais

Deixa ser, deixa viver, afinal, está tudo bem...

  E eu sempre fui fã dos Beatles, pelos mesmos motivos que 99% dos fãs dos Beatles o são; eles são (sim, ainda o são) magistrais em todos os sentidos.  Contudo algumas das canções deles são para mim majestosas e eu sempre as considerei hinos; Imagine, Woman, Yesterday, Don’t let me down,...
Leia mais

Comeu? E aí?

Antes de começarmos, façamos um esclarecimento; biologicamente, fisiologicamente falando, quem come é mulher, só para esclarecer, continuemos. Deixando a hipocrisia de lado, é obvio, que todos queremos uma noite deliciosa, um sexo inesquecível, um (a) amante à la “Kama Sutra”, e quem sabe uma...
Leia mais

O mofo de cada um de nós

Eu sempre tive o hábito de arrumar armários em 2 épocas específicas do ano; antes do meu aniversário e antes do Natal, aquilo me dava a sensação de estar cumprindo um papel comigo mesma, não com a sociedade, mas comigo. E assim este costume veio me seguindo... Nos últimos anos, continuei fazendo a...
Leia mais

Afinal, em quem dói a minha dor?

Quando criança eu imaginava que as dores eram iguais, para tudo e qualquer coisa, da mesma forma, com a mesma intensidade: elas eram idênticas, não interessava se criança fosse ou adulto; se doía muito em mim, doía muito no meu avô.   Eu tinha uma dor em específico, que acredito, pessoa alguma...
Leia mais

A viuvez da alma

A vida de fato me surpreende a cada dia, e claro, sou grata por cada bela surpresa que ela me apresenta... Foi num almoço de domingo, numa conversa despretensiosa com o amigo de um dos meus quatro irmãos, (sim eu tenho quatro, e todos homens, conseguem imaginar a cena?); supostamente menos...
Leia mais

Primeira e última

Me deixa ser a última a te dar o primeiro beijo, a te aninhar em meu colo de forma diferente, a te ensinar a não precisar de uma segunda... Me deixa ser a última a te dar boa noite e bom dia... a preparar seu café da manhã, a enfeitar a casa e te esperar com sorriso nos lábios... Me deixa ser a...
Leia mais

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!